A música que me levou de vez ao Heavy Metal

Aos 14 anos de idade, quando comecei o primeiro colegial, Offspring era praticamente a única banda que eu escutava que usava uma guitarra, que dirá com distorção. Até então, com exceção da banda californiana, meu universo musical era composto por música brasileira variada, por parte de mãe, tangos e folclores argentinos por parte de pai (que sempre os escutava Domingo de manhã) e uma mistura enorme de músicas soltas que fui conhecendo nas aulas de saxofone, que tinha uma vez por semana desde os 10 anos.

Um belo dia no colégio, durante uma aula de educação física, percebi um companheiro de classe que sentando na arquibancada de cimento. Ele era novo no colégio e não parecia muito afim de participar da aula. Estava lá, sentado numa posição meio “jogado” e com um fone de ouvido.

Não lembro bem se foi no final da aula ou durante alguma pausa que me aproximei e perguntei o que ele estava ouvindo.”Pantera. Conhece?” Fiz que não com a cabeça e pedi para ouvir alguma música. Ele me passou o fone e me disse: “Ento peraí que eu vou botar um som loco!”

O que ouvi em seguida mudou pra sempre o meu gosto musical. A música que ouvi foi Fucking Hostile, do disco Vulgar Display of Power. Eu nunca tinha ouvido nada parecido. Algo que fosse tão rápido, tão poderoso, tão pesado. Naquele momento eu não tinha a menor idéia da letra, que era gritada a mil por hora na minha cabeça. Naquele mesmo dia voltei pra casa com aquele CD emprestado, que durante a tarde se tranformou em uma fita cassete que me acompanhou durante muito tempo. Memorizei todas as letras, cada solo de guitarra, tudo.

No fim desse ano fiz com minha família uma viagem de 16 mil kilometros pela Argentina, e durante essa viagem ouvi quase que o tempo todo essa fita.

Hoje, 13 anos depois, meu universo musical é bastante mais amplo, e me considero uma pessoa bastante eclética, mas nunca abandonei o Heavy Metal. Pelo contrário, a medida que o tempo foi passando, fui encontrando cada vez mais grupos, cada vez mais pesados…tudo graças a essa música.

A letra dessa preciosidade!
1, 2, 3, 4!

Almost every day
I see the same face
On broken picture tube
It fits the attitude
If you could see yourself
You put you on a shelf
Your verbal masturbate
Promise to nauseate
Today I’ll play the part of non-parent
Not make a hundred rules
For you to know about yourself
Not lie and make you believe
What’s evil is making love
and making friends
and meeting God you’re own way
The right way

To see
To bleed
Cannot be taught
In turn
You’re making us
Ohhhh Fucking hostile

We stand alone

The truth in right and wrong
The boundaries of the law
You seem to miss the point
Arresting for a joint?
You seem to wonder why
Hundreds of people die
You’re writing tickets man
My mom got jumped — they ran!
Now I’ll play a public servant

To serve and protect
By the law and the state
I’d bust the punks
That rape steal and murder
And leave you be
If you crossed me
I’d shake your hand like a man
Not a god

Come meet your maker, boy
Some things you can’t enjoy
Because of heaven/hell
A fucking wives’ tale
They put it in your head
Then put you in your bed
He’s watching say your prayers
Cause God is everywhere
Now I’ll play a man learning priesthood
Who’s about to take the ultimate test in life
I’d question things because I am human
And call NO ONE my father who’s no closer than a stranger

I won’t listen

To see
To bleed
Cannot be taught
In turn
You’re making us
Fucking, fucking, fucking
FUCKING HOSTILE!

Anúncios

Sobre ziulfabiano

Filho de pai Argentino e mae Brasileira, vivendo em Madrid e acompanhando o que se passa por aqui e por ali.
Esse post foi publicado em Música, Pessoal e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s