COL desdenha do governo federal

do blog do Juca Kfouri

COL desdenha do governo federal

Causa irritação no governo federal o teor de uma mensagem interna passada pelo diretor de Operações do COL, Ricardo Trade que, por descuido, chegou a Brasília.

Nela, na abertura com letras maiúsculas, Trade tranquiliza sua turma ao dizer que não há intervenção alguma do governo no COL e que “SERÁ APENAS ABERTO UM FÓRUM DE DISCUSSÕES E REUNIÕES PARA ACELERAR AS COISAS”.

Na mensagem, já em letras minúsculas, solicita que se trate “quase tudo com confidencialidade”, e informa que Jérôme Valcke “pediu para não falarmos na frente dos governos sobre o LOC OFFICE”, referência às instalações insuficientes do escritório do COL na Barra da Tijuca, em mudança para o Riocentro custeada por dinheiro público.

E faz elogio à apresentação de Joana Havelange, em Zurique, na defesa de que o sorteio dos jogos da Copa seja feito em Sauipe. “Forçamos a barra”, diz, para que se obtenha a aprovação já no dia 22 de maio.

Trade deixa claro que o COL trabalha com três cenários para a Copa das Confederações, com quatro, cinco ou seis cidades-sedes, “para não ter susto se um dia tivermos que trocar”.

E finaliza, dizendo que Bebeto e Ronaldo “foram sensacionais e abriram portas e deram opinião e nos dão credibilidade”.

Comentário do blog: Trade, perigosa e arrogantemente, se apega ao fato de o representante do governo no COL, o secretário-executivo do ministério do Esporte, Luis Fernandes, não ter cargo nem salário no comitê, esquecido de que é óbvio que um funcionário governamental não pode ser pago pela Fifa.

Trade revela ainda o temor da Fifa sobre o acordo da prefeitura carioca com o COL e a GL Eventos segundo o qual a mudança do comitê para o Riocentro seja paga com dinheiro público, como aqui já se publicou.

Em sua mensagem que vazou, Trade elogia Joana Havelange, com quem não se dá, porque todos parecem muito interessados em fazer o sorteio dos jogos da Copa num lugar bem mais aprazível que São Paulo, o de preferência da Fifa por causa da infraestrutura da cidade.

E finalmente sublinha em particular aquilo que se nega em público: a possibilidade cada vez maior de Recife e Salvador ficarem fora da Copa das Confederações, razão pela qual trabalha com três cenários para o torneio.

O comentário sobre a credibilidade que Bebeto e Ronaldo trazem ao COL dispensa comentários.

Anúncios

Sobre ziulfabiano

Filho de pai Argentino e mae Brasileira, vivendo em Madrid e acompanhando o que se passa por aqui e por ali.
Esse post foi publicado em futebol e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s