Ricos jogam salvação da Europa para emergentes

Depois de anos de crescimento às custas da exploração dos países do sul, a europa depende desses mesmos países para sair de uma crise provocada por sua incompetência e irresponsabilidade.

Depois de sua majestade Juanca, quem será o próximo em viajar ao Brasil com o pires de esmolas na mão?

do Brasil 247

Ricos jogam salvação da Europa para emergentes

Ricos jogam salvação da Europa para emergentesFoto: Divulgação_Reuters

OS ESTADOS UNIDOS JÁ DISSERAM QUE NÃO IRÃO PARTICIPAR DA RECAPITALIZAÇÃO DO FMI, AUMENTANDO AINDA MAIS A PRESSÃO SOBRE BLOCO LIDERADO PELO BRASIL, RÚSSIA E CHINA, NO G20. CHRISTINE LAGARDE, QUER AUMENTAR A CAPACIDADE DE EMPRÉSTIMO DO FUNDO PARA US $ 500 BI

18 de Junho de 2012 às 06:43

247 com agências internacionais – Os líderes das 20 maiores economias do mundo que se encontram em Los Cabos, no México, têm a difícil missão de encontrar uma solução para a crise financeira e econômica da Europa e o aumentar a barreira de proteção do Fundo Monetário Internacional (FMI), que atualmente está em US$ 430 bi. “Não quero ficar especulando, mas espero que consigamos acordar uma maior capitalização dessa barreira”, disse, neste sábado, 16, a repórteres, o presidente Felipe Calderón, do México, o anfitrião da reunião do grupo.

Os Estados Unidos já disseram que não irão participar da recapitalização do FMI, aumentando ainda mais a pressão sobre os países emergentes. Em abril, vários países membros do G20 já tinham anunciado a intenção de aumentar expressivamente os recursos do FMI, mas o montante estimado não contava com as contribuições da China, da Rússia e do México, que não haviam divulgado o valor de suas doações. “Será a primeira vez que o Fundo será recapitalizado sem a ajuda dos EUA, aumentando a importância dos países emergentes nesse processo”, disse Calderón.

Em fevereiro, o ministro brasileiro da Fazenda, Guido Mantega, disse que os países emergentes darão mais recursos ao FMI desde que os europeus reforcem suas medidas para enfrentar a crise e cumpram com a reforma que prevê maior poder de decisão a estas economias no Fundo Monetário Internacional. “Não podemos acertar um aumento de recursos sem a aplicação desta reforma no FMI”, disse Mantega.

Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, quer aumentar a capacidade de empréstimo do Fundo para US $ 500 bilhões. Ela acredita que a cifra poderá ajudar a evitar novas crises, que, por acaso, venham minar a economia mundial. Lagarde cancelou a viagem ao Rio+20, para se dedicar a esta questão.

Anúncios

Sobre ziulfabiano

Filho de pai Argentino e mae Brasileira, vivendo em Madrid e acompanhando o que se passa por aqui e por ali.
Esse post foi publicado em Crise e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s