Minha homenagem aos antidisturbios

Nessas três semanas que levo no Brasil, acompanho com menos atenção os acontecimentos da Espanha, mas a chegada dos mineiros a Madrid não passou despercebida, nem pelo seu significado e nem pela brutal repressão policial da quel tem sido alvo.

Antes da minha vinda ao Brasil pude acompanhar a escalada da violência exercida pelos chamados “antidisturbios”.

Como estou longe de Madrid, a única coisa que posso fazer é deixar minha singela homenagem a esse “defensores da ordem”.

Tengo mi camisa negra, mis guantes negros, el pasamontaýa puesto hace mucho tiempo, el puýal afilado, las luces apagadas, tirando muchos tiros mato policöas.
COP KILLER vos sos mejor que yo?
COP KILLER brutalidad policial, COP KILLER tu familia esta sufriendo, COP KILLER estamos empatados.
Mi cerebro al m ximo, esta es tu noche, el cuchillo largo, tu cuello es el perfecto, la adrenalina se escapa, el stereo suena, voy a matar a alguien…
Al cerdo que me para por nada.
COP KILLER vos sos mejor que yo?
COP KILLER brutalidad policial, COP KILLER tu familia esta sufriendo, COP KILLER estamos empatados.
FUCK THE POLICE.

Anúncios

Sobre ziulfabiano

Filho de pai Argentino e mae Brasileira, vivendo em Madrid e acompanhando o que se passa por aqui e por ali.
Esse post foi publicado em Espanha, Música, Violência e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s